fbpx

Salamanca

A- A A+
Está em... Inicio Propostas especiais Jovens, Cidade de Cultura e vida nocturna

Jovens, Cidade de Cultura e vida nocturna

Esta cidade é vida. Basta passear pelas suas ruas, cheias de jovens a qualquer hora e em qualquer época do ano. É uma cidade aberta 24 horas. E é esta uma das suas maiores atracções.

A partir da meia-noite, em Salamanca todos e cada um dos locais oferecerem o mais original e autêntico cenário. A cidade não pára de noite, dado que o “andamento” estudantil a mantém viva. A altas horas da madrugada é possível continuar a diversão em bares, pubs e discotecas, ouvir a tuna ou deambular tranquilamente entre os seus monumentos iluminados.
A vida nocturna em Salamanca é muito animada. Existe uma grande variedade de bares, uns universitários, outros mais sofisticados, com actuações em directo e muitos com pistas de dança.
Salamanca é pioneira na programação de concertos. Pelos seus recintos passam diversos grupos e artistas de âmbito local, nacional e internacional. Este é um dos signos de identidade da vida nocturna da cidade. A isto soma-se a minuciosa decoração, para todos os públicos: desta forma, encontramos locais acolhedores para uma clientela tranquila, alguns clássicos, para o fim da tarde ou início de noite, onde nos servem cafés especiais, batidos naturais. Os cocktails podem ser outra boa opção.

As principais zonas com maior vida são Varillas, Gran Vía e Bordadores

Zonas de ócio

  • Zona Varillas

Nos locais destas zonas oferecem-se actuações em directo de diferentes grupos. À volta da Praça de San Justo é possível encontrar bares como o Plutos, Chupitería Daniels ou o Harley Bar, habitualmente com música inglesa e americana.

Para aqueles que gostam de música alternativa, também nesta zona, encontramos o Potemkim, com grupos de música rock ou “alternativa” em directo.

  • Zona Gran Vía (que dá nome à rua Gran Vía)

Nesta zona existem espaços como o Moderno, Callejón, Submarino, Peter’s Tavern, La Española, Centenera e o Puerto de Chus; na Praça de la Reina, o Musical, Candavia e o María.

  • Zona Bordadores

É uma zona perto da Plaza Mayor, onde se destaca a zona pedonal que dá nome a esta zona. Destacam-se o Camelot, Garamond, Gastby, Amadeus, Music Factory ou o Hacienda. Também encontramos o The Irish Rover, de estilo irlandês, situado ao lado da Casa das Conchas, onde se organizam concertos de música em directo. O Delicatessen, o Erasmus e o Café Corrillo oferecem concertos ao vivo de jazz, na rua Meléndez

 

Alguns que se destacam pela sua decoração:

Aconteceu em Salamanca. Uma das primeiras cidades onde se entendeu que os bares e os espaços nocturnos eram também locais onde estar bem, ensaiar encontros, viver histórias diferentes e nos quais a estética era fundamental para os mesmos. Desta forma apareceram os bares temáticos, verdadeiras cenografias plenas de valor, capazes de criar atmosferas diferentes. Territórios misteriosos e fantásticos onde, sem dúvida alguma, vale a pena entrar.

Capitán Hadock

Ambiente acolhedor, velas nas mesas e uma decoração que lembra a época dos piratas. De tempos a tempos oferece concertos de Jazz.

Posada de las Almas

Uma decoração muito conseguida; uma casa de bonecas com mais de quatro metros, o balcão está formado com rolos de uma fábrica de bolachas. Está na Praça de San Boal.

Tío Vivo

Pequeno local com um carrossel no seu interior, recomendado para ir em casal, com mesas pequenas e ambiente tranquilo. Concertos. Rua Clavel

Ocean Club

Uma boa escolha para sair e divertir-se com os amigos no melhor ambiente, com música de disc jockeys da cidade e uma vasta oferta de cocktails, bebidas espirituais e combinadas. Rua Espoz y Mina 24

Camelot

Uma antiga capela reformada que se transformou num local de concertos e de vida nocturna ao fim-de-semana. Vale a pena visitá-lo. Rua Bordadores

Cum Laude

Réplica de um claustro universitário. De tarde pode beber um café e de noite este é um local de reunião de gente bem. Rua Prior

E se procura bares de ambiente: Carmen (rua Bretón), Miranda (rua San Mateo) ou Freedom (Pedro Cojos).

Cidade de Cultura

Além do seu património, ou talvez como consequência do mesmo, Salamanca foi e é uma cidade de Cultura. Desde a celebração em 2002 da Capitalidade Europeia da Cultura sofreu um enorme avanço. Uma cidade histórica e ao mesmo tempo moderna e vanguardista, com uma oferta cultural variada e de grande qualidade.

Pode consultar a oferta cultural em www.salamancaciudaddecultura.org 

Deixe um comentário

Certifique-se que coloca as informações (*) requerido onde indicado. Código HTML não é permitido.

Utilizamos cookies propias y de terceros, para realizar el análisis de la navegación de los usuarios. Si continúas navegando, consideramos que aceptas su uso. Aviso Legal