fbpx

Salamanca

A- A A+
Está em... Inicio Produtos turísticos 2012, Ano de Unamuno

2012, Ano de Unamuno

2012, Ano de Unamuno

Se vem à cidade durante este Verão poderá apreciar alguma das actividades organizadas para comemorar o ano Unamuno. A cidade quis homenagear Miguel de Unamuno quando se celebram os 75 anos da sua morte com um programa cultural inspirado naquele que foi reitor da sua Universidade. As suas vivências na cidade poderão ser descobertas através de propostas teatrais do ciclo Vidas e Ficções e de roteiros teatralizados que percorrerão a casa da reitoria, a universidade da qual foi reitor, a Plaza Mayor ...

Programa

A primeira das actividades programadas é uma exposição que foi inaugurada a 31 de Dezembro, data do seu falecimento, no vestíbulo da Câmara Municipal. Nela poderá ver, através de fotografias, o processo de elaboração do medalhão de Unamuno, obra do escultor Oscar Alvariño. Esta exposição irá permanecer activa ao longo de 2012.

O Dia do Livro, que se celebra tradicionalmente a 23 de Abril, estará dedicado a Unamuno, serão editados cartazes, marcadores de páginas e um selo comemorativo do escritor. As livrarias participantes irão prestar um interesse especial à difusão das obras de Unamuno para estimular a sua leitura.

A XXXII Feira Municipal do Livro também estará dedicada a ele e através de conferências aproximar-se-á a figura do Unamuno escritor. Serão efectuadas leituras colectivas e a partir dos fundos da Biblioteca Municipal serão expostos livros e manuscritos de Unamuno para dar a conhecer a obra do escritor basco. Em último lugar será editada uma guia de leitura com a sua obra.

O Instituto Castelhano-leonês da Língua oferecerá uma conferência na Sala da Palavra do teatro Liceo intitulada Unamuno visto desde o exílio, que tratará sobre a figura do grande pensador a partir do olhar dos escritores que tiveram de se exilar após a Guerra Civil espanhola. Parte desses escritores reeditaram as obras de Unamuno no exílio.

O encontro de poetas ibero-americanos que este ano atinge a sua XV edição, estará dedicada a Miguel de Unamuno. O grupo de escritores de Salamanca Letra Contemporânea dedicará a sua actividade à figura de Unamuno.

Será celebrado o concurso “A minha carta para Unamuno” relacionado com as famosas cartas do escritor; e um certame de contos dirigido aos alunos de todos os centros educativos de Salamanca para aproximar os mais novos à figura de Unamuno.

A Biblioteca Municipal vai pôr em funcionamento um clube de leitura sobre a obra de Miguel de Unamuno. Será também organizada uma Oficina intergeracional para famílias através de cartas e textos de Unamuno que possibilitem conhecer a história da cidade.

O céu de Salamanca”, actividade na qual participam poetas salmantinos, será dedicada este ano a Miguel de Unamuno.

 

Teatro, exposições, cinema música e cocotologia

            A Fundação Salamanca Cidade de Cultura e Saberes co-produzirá a representação da obra de Miguel de Unamuno “Névoa” e a adaptação dramática de “Fedra”. Ambas serão estreadas no Teatro Liceo.

            A Sala de Santo Domingo irá receber a exposição “Miguel de Unamuno. Uma vida em fotografias”, em colaboração com a Filmoteca Regional.

            A Jovem Orquestra Sinfónica Cidade de Salamanca interpretará, no concerto de Santa Cecília do próximo ano, a obra do compositor Joaquim Rodrigo “Música para um códex salmantino”, que foi escrita em 1953 sobre as sete primeiras e as três últimas estrofes da “Ode a Salamanca” de Unamuno.

O grupo “Zafra Folk” musicalizou 17 sonetos escritos por Unamuno durante o tempo que foi desterrado para a ilha de Fuerteventura , o quais serão interpretados a 31 de Março no Teatro Liceo

            Unamuno teve no origami uma das suas paixões mais conhecidas, a qual denominava de cocotologia. Serão organizadas oficinas de origami baseados nas criações mais conhecidas de Miguel de Unamuno, a borboleta, a estrela, o bule ou o morcego, orientadas para adultos e crianças para dar a conhecer este hobby. E, por outro lado, o Festival de Artes de Rua incluirá a actuação de Pep Gómez, mestre da cocotologia, que oferecerá várias representações onde o verdadeiro protagonista será o origami.

            Em colaboração com a Filmoteca regional será organizado um ciclo de cinema no último trimestre do ano que incluirá títulos como “La Tia Tula”, “Nada menos que todo un hombre”, “Las cuatro novias de Augusto Pérez” ou o “Acto de posesión”. E vários documentários sobre Unamuno como “El sentimiento trágico da vida” ou o “La soledad de un agitador”.

            Além disso será editado um novo documentário sobre Miguel de Unamuno, em colaboração com a RTVCYL.

 

O programa “Praças e Pátios” dedicará parte das suas actividades a Unamuno

 

Dentro do programa “Praças e pátios”, que será desenvolvido durante os meses de Verão, serão incluídas várias actividades dedicadas a Unamuno, como uma montagem teatral sobre a obra “Abel Sánchez” que realizará a La Chana Teatro; um passeio teatralizado entre Beatriz Galindo (La Latina) e Miguel de Unamuno; uma visita teatralizada percorrendo os diferentes lugares da cidade vinculados a Unamuno (o edifício histórico da Universidade, a Casa Museu de Unamuno, a casa onde viveu, o medalhão da Plaza Mayor e a Câmara Municipal). A música e a poesia de Unamuno irão repletar o Pátio das Escolas, o Pátio da Salina, a Horta de Calixto e Melibea ou o Pátio da Casa das Conchas durante os meses de Verão.

 

Implicação e participação dos salmantinos

A Câmara Municipal pretende que seja uma comemoração onde toda a cidade e todos os salmantinos participem e se impliquem. Nas oficinas de origami; nas oficinas intergeracionais através de cartas e textos da vida quotidiana de Unamuno, através do concurso “A minha carta para Unamuno”.

Também utilizando as novas tecnologias com a proposta “Unamuno em 140 caracteres”, um perfil de twitter através do qual se informará sobre as actividades programadas por motivo do “Ano de Unamuno” e onde todos aqueles que quiserem participar poderão enviar a sua citação favorita, a sua dedicatória, as suas reflexões ou sugestões.

Será feita uma edição especial do jogo de observação “Salamanca ao pormenor” expondo um percurso peculiar pela cidade através dos detalhes arquitectónicos dos principais monumentos relacionados com a figura do escritor.

O programa “As chaves da cidade” incluirá uma visita guiada à casa Museu de Unamuno e será o próprio Miguel de Unamuno, que durante tantos anos foi reitor da nossa querida Universidade, quem nos irá mostrá-la.

“2012. Ano de Unamuno” será um momento para recordar uma das personagens mais importantes da nossa história recente. O poeta, o dramaturgo, o novelista, o filósofo e o ensaísta. E para tal a Câmara Municipal irá contar com a colaboração de outras instituições como a Universidade de Salamanca, a Deputação Provincial, o Instituto Castelhano-leonês da Língua ou a Junta de Castela-Leão.

 

Deixe um comentário

Certifique-se que coloca as informações (*) requerido onde indicado. Código HTML não é permitido.

Utilizamos cookies propias y de terceros, para realizar el análisis de la navegación de los usuarios. Si continúas navegando, consideramos que aceptas su uso. Aviso Legal